Você sonha em passar a lua de mel em um lugar paradisíaco? Este post é mais que especial: a Camila Azevedo, supervisora de produto da Abreu, passou a lua de mel nas Maldivas, um destino amado por casais que fica em meio ao oceano Índico, e conta aqui como foi a experiência!

Como é passar a lua de mel nas Maldivas?

Por Camila Azevedo

Desde muito nova, sonhava em passar a lua de mel em uma ilha bem distante e paradisíaca. Queria um destino que me oferecesse estrutura e conforto, mas que passasse a sensação de exclusividade, como se eu estivesse isolada com meu marido em um verdadeiro paraíso. Quando chegou o momento, o local escolhido foi as Maldivas!

As melhores dicas que posso dar para quem sonha em viajar para lá são: viaje no período certo e escolha a dedo o hotel!

O clima nas Maldivas

Eu sabia que a época ideal para viajar para as Maldivas era de novembro a abril, o período seco, quando há menos incidência de chuva. Meu casamento foi no início de setembro e queríamos viajar em seguida para a lua de mel. Decidimos arriscar! Com isso, chegamos lá ainda no período chuvoso, confiando na sorte de que pegaríamos dias lindos de sol.

Assim que chegamos ao aeroporto de Malé, que é a capital, fomos recepcionados por uma equipe que nos levou até uma sala VIP do hotel, onde aguardamos pelo embarque em hidroavião rumo ao hotel. A primeira pergunta que fiz foi: “como anda o clima por aqui?”. A resposta, muito sincera, nos deixou muito tensos: “Está chovendo há quase uma semana!”.

Mesmo preocupados, decidimos relaxar e fazer com que a viagem fosse a melhor possível, independente de qualquer situação. No final, deu tudo certo: curtimos cinco dias inteiros ensolarados e apenas um de chuva. Mas foi um risco! Hoje, penso que foi muita sorte, e aconselho que quem esteja interessado: viaje no período seco para não ficar apreensivo como nós ficamos.

Escolhendo o hotel

A escolha do hotel certo também influencia muito no sucesso da viagem! Maldivas é o tipo de destino em que você não sai do hotel para fazer nada. Não há opções de restaurantes fora dos hotéis, por exemplo. Por isso, todas as refeições, atividades e experiências serão proporcionadas pelo hotel. Escolher um hotel que não tenha boa comida e atividades variadas, a viagem pode ser decepcionante.

Prova disso é que, no único dia chuvoso da nossa viagem, não ficamos entediados nem por um minuto! O hotel garantiu várias atividades divertidas e românticas ao longo do dia.

Além disso, vale se atentar à localização da ilha em que o hotel está situado. O ideal é que o hotel tenha uma praia boa, com areia fina e águas rasas, que deixam o visual tão bonito que parece de mentira, com o mar bem azul. Algumas praias têm praias com pedras e águas fundas, o que não é tão atraente.

Também é interessante procurar hotéis afastados de Malé. Assim, você poderá aproveitar muito sossego e silêncio. No nosso caso, escolhemos um hotel acessado por hidroavião. Além do sossego e da praia incrível, ainda tivemos o voo mais lindo da vida! A beleza do arquipélago das Maldivas visto de cima será difícil de superar.

Romance nas Maldivas

Muita gente escolhe as Maldivas não como um destino de lua de mel, mas para o próprio casamento. Depois de conhecer esse lugar incrível, achei a ideia ótima para quem quer uma cerimônia intimista. Embora não tenha efeito legal, a cerimônia pode ser apenas simbólica. Os hotéis costumam oferecer pacotes completos, com cerimônia, sessão de fotos, buquê, dia de noiva, jantar especial, bolo, música e muito mais. Alguns hotéis têm até loja de aluguel de vestido de noiva!

Nós nos casamos no Brasil, mas pude aproveitar o cenário para uma sessão de fotos: levei meu vestido de noiva, o hotel me emprestou um buquê e eternizamos nosso momento no lugar que, para nós, é o mais lindo e mais especial do mundo todo.

Posso dizer, com certeza, que eu indico as Maldivas para casais de lua de mel. A única parte ruim na viagem inteira foi ter que ir embora!

Se você gostou deste post, confira nossas sugestões de destinos ideais para uma viagem a dois.