O Alentejo é a maior região de Portugal e está repleto de pequenas vilas que guardam tesouros valiosos, como castelos medievais e catedrais monumentais espalhados por seus mais de 27 mil quilômetros quadrados.

Confira seus monumentos mais impressionantes, que não podem ficar de fora de um roteiro por lá.

Templo Romano de Évora

Tem mais de dois mil anos e é uma das ruínas históricas mais importantes do país, remontando à época da ocupação romana em Portugal. Considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO, é um ponto turístico obrigatório em Évora, principal cidade do Alentejo.

Sé Catedral de Évora

Também em Évora está a maior catedral medieval de Portugal, a Sé Catedral de Évora. É austera e grandiosa, com duas torres assimétricas e decorada com mármores de diversas origens. É considerada um marco na arquitetura portuguesa.

Capela dos Ossos

Ainda na capital alentejana, há a Capela dos Ossos, uma das construções mais impactantes do Alentejo. Esta capela fica na Igreja de São Francisco e tem os pilares e paredes revestidos por ossos que foram retirados dos cemitérios da cidade. Foi construída no século 17 com a intenção de transmitir uma mensagem sobre a transitoriedade da vida.

Aqueduto da Amoreira

Já em Elvas está o Aqueduto da Amoreira, um dos cartões postais da cidade, que levou um século para ser construído. Iniciado em 1530, era um projeto ousado que visava suprir a escassez de água causada pelo aumento da população na época. Tem 843 arcos e algumas galerias subterrâneas.

Forte da Graça

Elvas é também uma cidade extremamente fortificada e marcada pela guerra. Um dos fortes que protegia a região de invasores era o Forte da Graça, construído em posição dominante sobre o monte Nossa Senhora da Graça, imponente e peculiar.

Castelo de Monsaraz

Localizado em um dos vilarejos mais charmosos do Alentejo, o Castelo de Monsaraz foi edificado com pedraria irregular de granito e xisto no século 14. De suas torres, é possível ter uma vista panorâmicas do campo e do magnífico lago Alqueva.

Paço Ducal de Vila Viçosa

Atualmente, esta emblemática construção funciona como um museu. Seu acervo inclui o antigo mobiliário da realeza portuguesa, justamente porque este palácio foi uma das residências reais durante séculos. Sua característica mais impressionante é a fachada de 110 metros totalmente revestida de mármore.

Castelo de Marvão

Com uma vista de tirar o fôlego dos vastos campos verdes da Serra de São Mamede, o Castelo de Marvão tem um belo e colorido jardim protegido por muros. Ele está no ponto mais alto da serra e seu visual encanta principalmente as crianças, por parecer saído de um conto de cavaleiros.

Cromeleque dos Almendres

Estima-se que este monumento possui cerca de sete mil anos de idade. Localizado nos arredores de Évora, consiste em um conjunto de mais de 90 monólitos dispostos em formato circular e perfeitamente preservados desde o período Neolítico.

Conheça o Alentejo com a Abreu!