A Índia não comemora o Carnaval, mas todo ano realiza uma grandiosa festa que agita o país inteiro. É o Festival Holi, uma celebração da chegada da primavera em que as pessoas festejam nas ruas com música, dança, alegria e muitas cores, de acordo com as tradições locais. Outros motivos para comemoração são fertilidade, cores, amor e o triunfo do bem sobre o mal.

O Brasil já teve algumas festas inspiradas no Holi, em que as pessoas usam pós coloridos para pintarem umas às outras. No entanto, o evento original, que acontece há centenas de anos, tem um significado especial para os indianos, e participar da ocasião é uma experiência inesquecível.

De onde surgiu o festival?

Há várias histórias do folclore local que explicam o surgimento do Holi, mas duas são as mais conhecidas.

A primeira começa com o rei Hiranyakashipu e sua irmã, Holika. O rei acreditava ser um deus, e exigia que fosse adorado como tal. Seu filho, Prahlada, recusou-se a fazê-lo pois seguia o deus hindu Vishnu. Repleto de ira pela desobediência do filho, Hiranyakashipu bolou um plano com a irmã para matá-lo.

Holika possuía um xale encantado que a protegia das chamas. Por isso, ela iria levar Prahlada a uma fogueira e ele seria morto, enquanto ela não seria afetada. No entanto, o plano deu errado, pois Vishnu salvou Prahlada e foi Holika que morreu nas chamas. Mais tarde, o rei também foi morto pelo deus e Prahlada assumiu o trono.

A moral da história, celebrada no Holi, é que o bem sempre triunfa sobre o mal.

Já a tradição de usar os pós coloridos vem da história de amor entre as divindades Radha e Krishna. Krishna, que é representado com a pele azul, se apaixona por Radha, que tem a pele clara. Ele se preocupava que a diferença de suas cores fosse impedir que vivessem esse amor e, seguindo um conselho de sua mãe, pediu que Radha pintasse sua pele para que pudessem ficar juntos.

Como são as celebrações do Holi?

O festival acontece anualmente entre os meses de fevereiro e março – sua data varia de acordo com o calendário lunar. Embora tenha mais relevância na parte norte do país e seja uma data tipicamente hindu, é um feriado nacional e, por isso, celebrado em todo seu território. Em 2020, a comemoração será nos dias 9 e 10 de março.

O Holi é um evento igualitário. Em um país com hierarquia e castas bem definidas, é o momento em que as crianças podem brincar com liberdade com os idosos, mulheres pintam homens com cores e as regras de castas são brevemente esquecidas conforme todos entram no espírito da data.

No primeiro dia do festival, acontece o Holika Dahan, em que os indianos acendem enormes fogueiras. No centro da pira fica uma estátua de Holika, que é queimada para simbolizar a purificação do mal. Muitos hindus passam as cinzas em seus corpos para se purificar também.

Pela manhã, quando as fogueiras se apagam, a verdadeira festa, chamada de Rangwali Holi, começa, com as pessoas cobrindo-se de gulal, o fino pó colorido, além de serem molhadas com água. As cores usadas são as do arco-íris, que têm importantes significados no hinduísmo: o verde, por exemplo, simboliza a vida e a alegria, enquanto o amarelo representa o conhecimento, branco a pureza e azul a determinação.

Em geral, os locais terminam o segundo dia do festival visitando amigos e familiares.

Como se preparar para o festival das cores?

Todos que participam do Holi são pintados com os pós coloridos. Por isso, a coisa mais importante é levar na mala um conjunto de roupas que você não se importe caso fiquem manchadas. Além disso, vale a pena levar óculos de sol para proteger os olhos e, caso queira proteger também os cabelos, um boné ou chapéu.

Além disso, nossa dica é escolher roupas brancas ou claras, pois as cores pegam melhor nesses tecidos. Para as mulheres, é importante usar uma peça que cubra os ombros, como uma camiseta.

Cuide também de seus pertences: celulares e câmeras fotográficas devem ser deixados em embalagens apropriadas para que não sujem ou estraguem. Capinhas à prova d’água ou ziplocs fechados são boas opções.

Por fim, para que seja mais fácil retirar o pó do corpo, é importante hidratar muito a pele e os cabelos no dia do evento, de preferência com algum tipo de óleo. Para limpar as cores ao final do dia, basta usar um loção de limpeza e água morna, evitando esfregar a pele com muita força.

Onde celebrar o Holi?

O festival acontece por todo país, contudo, um dos destinos mais recomendados para os turistas é Udaipur, na região oeste da Índia. A cidade segue todas as tradições, entrando no clima de celebração que a data pede com música, dança, tambores e fogos de artifício, mas também é uma cidade relativamente pequena, com cerca de 450 mil habitantes e, portanto, menos tumultuada que metrópoles como Bombaim e Déli nas festividades.

Viva a experiência do Festival das Cores na Índia com a Abreu!